Mostrando 1095 resultados

Registro de autoridade

Banco do Brasil. Comissão Especial de Investigações

  • Dado não disponível
  • Entidade coletiva
  • 1969 - 1975

Constituída em 1969 e subordinada à Diretoria do Pessoal, a Comissão Especial de Investigações (CESPI) tinha o objetivo de averiguar os atos de funcionários do Banco que atentassem à segurança nacional.
Extinta por resolução da Presidência, em 24 de março de 1975.

Bandeira, Sebastião

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1846 -

Sebastião Bandeira nasceu no Rio Grande do Sul, a 04/04/1846, tendo assentado praça em 15/10/1859. Foi tenente-coronel da Arma de Cavalaria, condecorado com medalhas na Campanha do Uruguai e na subseqüente Campanha do Paraguai. Foi um dos exilados para Tabatinga e ilegalmente reformado pelo governo do Marechal Floriano. Foi excluído do quadro do Exército por se ter envolvido na Revolta de 06/09/1893, revertendo à efetividade em 1895, já anistiado. Escreveu Os incidentes de 15 de novembro de 1889, publicado no Jornal do Comércio em 1898.

Barbosa, Joaquim Ferreira da Cunha

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • s/d

Joaquim Ferreira da Cunha Barbosa, cavaleiro da Ordem de Cristo, foi militar, tendo participado da Guerra do Paraguai.

Barbosa, José Tomás de Oliveira

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1803 - 1898

José Tomás de Oliveira Barbosa, seguiu carreira militar na Infantaria. Foi alferes (1810), tenente (1813), ajudante de ordens do governador (1813) e capitão (1814) do Regimento de Infantaria de Linha do Reino de Angola. Fidalgo cavaleiro da Casa Real desde 1810, foi nomeado em 1840 para o Arquivo Público do Império e para oficial maior desta instituição, em 1841. Foi reformado em 1851 como capitão, por se encontrar impossibilitado de continuar em serviço.

Barbosa, José de Oliveira

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1753 - 1844

José de Oliveira Barbosa, barão do Passeio Público e visconde do Rio Comprido, nasceu no Rio de Janeiro, em 1753 e faleceu em 1844. Brigadeiro graduado dos exércitos reais (1809), foi governador e capitão-general do Reino de Angola (1809-1816), vogal do Conselho Supremo Militar (1818), ministro e secretário de Estado dos Negócios da Guerra (1823), além de exercer diversos postos militares da Artilharia. Recebeu os graus de cavaleiro e comendador da Ordem de São Bento de Avis e o foro de fidalgo cavaleiro da Casa Real.

Barreto, João de Deus Mena

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1874-1933

Militar, nascido na cidade de Porto Alegre, estado do Rio Grande do Sul, em 30 de julho de 1874. Ingressou no Exército em 1890. Combateu a Revolução Federalista (1893-1895). Tornou-se adjunto do ministro da Guerra (1911). Combateu "Os 18 do Forte", em 1922, comandando a 2ª Brigada de Infantaria. Em 1924, combateu uma rebelião promovida por jovens oficiais em Manaus. Comandou a 1ª Região Militar (1924-1926). Nomeado inspetor do 1º Grupo de Regiões Militares (1926). Eleito presidente do Clube Militar (1926). Liderou a Revolução de 1930 no Distrito Federal. Foi nomeado interventor federal no estado do Rio de Janeiro (1931). Nomeado ministro do Supremo Tribunal Militar (1931). Mediador no confronto entre constitucionalistas paulistas e o governo federal (1932). Faleceu no Rio de Janeiro, em 25 de março de 1933.

Barros, Prudente José de Morais e

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1841 - 1902

Prudente José de Morais Barros nasceu em Itu, São Paulo, a 04/10/1841 e faleceu em Piracicaba, no mesmo estado, a 03/12/1902, vítima de tuberculose. Bacharel pela Faculdade de Direito de São Paulo, em 1863. Elegeu-se vereador e presidente da Câmara Municipal de Piracicaba, em 1865. Foi deputado provincial (1868-1869), juntamente com Campos Sales, pelo Partido Liberal. Declarou-se republicano em 1876 e, após 1886, abolicionista. Em 1890, foi eleito senador ao Congresso Constituinte Federal e presidente do mesmo. Primeiro presidente civil e o primeiro eleito por voto popular, exerceu o cargo de 15/11/1894 a 15/11/1898. Defendeu a reforma da Constituição de 1891 e a eleição indireta para presidente da República, em manifestos de 7 de setembro e 05/11/1901. Escreveu, entre outros textos, "Orçamento e política geral" (1888), "Projeto de impostos sobre escravos" (1888), "A nação brasileira" e discursos, além de seu manifesto ao assumir o governo (1894).

Barroso, Francisco de Sousa

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • s/d

Francisco de Sousa Barroso era negociante natural de Portugal, estabelecido no Rio de Janeiro, em meados do século XIX, com o comércio de drogas, ferragens e armarinho. Foi sócio das firmas Rocha, Sobrinho & Companhia, no período de 1869 a 1874 e de Rocha, Brochado & Companhia, sucessora da firma anterior, de 1874 a 1901.

Bastos, Antônio Felinto de Sousa

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1878 -

Antônio Felinto de Sousa Bastos nasceu em Santarém, no Pará, em 1878. Deputado federal com várias legislaturas, foi membro da Comissão de Diplomacia e Tratados e relator do parecer que sugeriu à Câmara a aprovação do Tratado de Petrópolis, pelo qual o Acre passou a integrar o território brasileiro. Em 1925, ingressou na carreira diplomática.

Beleza, Nílton de Castro

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1899 -

Newton de Castro Beleza nasceu em São Luís do Maranhão, a 26/08/1899. Diplomou-se pela Escola de Agronomia da Universidade do Ceará. Exerceu numerosas funções públicas, dentro de sua especialidade. Escreveu: \"Destroços\", (poesia); \"A mulher que virou homem\", (conto 1932); \"Mulher sem marido\", (romance); \"Caminho do mar\", (poesias) e outros.

Belford, Sebastião Gomes da Silva

  • Dado não diponível
  • Pessoa
  • 1781 - 1825

Sebastião Gomes da Silva Belford, fidalgo cavaleiro da Casa Real Portuguesa, nasceu no século XVIII. Seguiu a carreira militar e faleceu em São Luís (MA), com o posto de coronel. É autor de: \"Roteiro e mapa da viagem de São Luís do Maranhão à corte do Rio de Janeiro, em 1810\".

Bellegarde, Henrique Luís de Niemeyer

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1802 - 18739

Henrique Luís de Niemeyer Bellegarde nasceu em Lisboa, a 12/10/1802 e faleceu em Cabo Frio (RJ), a 21/01/1839. Foi cadete no Regimento de Artilharia do Rio de Janeiro (1811), 1º tenente (1820), capitão, adido do Estado Maior do Exército, ajudante de ordens do governador e capitão-general de Moçambique (1821). Voltou ao Brasil em 1822, para servir no Corpo de Engenheiros, aderindo à Independência. Em 1825, foi à Europa complementar os seus estudos. Formou-se em Belas-Letras e Engenharia Geográfica Militar (1828). Escreveu "Memória descritiva dos direitos de Porcheville, Mesteres e Epson" e outros trabalhos técnicos. Era irmão primogênito do Marechal de Campo Conselheiro Pedro d'Alcântara Bellegarde.

Bellegarde, Pedro de Alcântara

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • 1807 - 1864

Pedro de Alcântara Bellegarde, filho do capitão Cândido Norberto Bellegarde e de Maria Antônia de Niemeyer Bellegarde, nasceu durante a viagem da Europa para o Brasil da Côrte de D. João VI, a 31/12/1807 e faleceu em 12/02/1864, no Rio de Janeiro. Em 1820, matriculou-se na Academia Real Militar, onde concluiu o curso de Engenharia. Como engenheiro, projetou e construiu o sistema de abastecimento de águas do Recife. Chefiou a Comissão de Demarcação de Fronteiras com o Uruguai. Foi professor e diretor da Academia Real Militar. Exerceu ainda os cargos de professor e diretor da Escola de Arquitetura do Rio de Janeiro (1836), diretor do Arsenal de Guerra da Côrte (1852), ministro da Guerra (1853) e da Agricultura (1863). Deixou várias obras escritas, tais como "Compêndio de Geometria Descritiva", "Compêndio de mecânica elementar e aplicada", "Compêndio de arquitetura civil e hidráulica", "Instruções para medições estereométricas e aerométricas" etc..

Berardo, Regina

  • Dado não disponível
  • Pessoa
  • Dado não disponível
Resultados 76 até 90 de 1095