Arquivo Histórico do Exército

Área de identificação

Identificador

RJAHEX

Forma autorizada do nome

Arquivo Histórico do Exército

Forma(s) paralela(s) de nome

Outra(s) forma(s) do nome

  • AHEX

Tipo

  • Militar

Área de contato

 

Tenente-Coronel Alexandre Ricardo Santos de Quadros Contato principal

Tipo

Endereço

Endereço

Praça Duque de Caxias, n. 25, 6º andar – Centro

Localidade

Rio de Janeiro

Região

RJ

Nome do país

Brasil

CEP

20221– 260

Telefone

55 21 2519-5351 / 5742

Fax

E-mail

Nota

Área de descrição

História

A instituição tem sua origem ligada ao Archivo Militar, organização responsável pela guarda e preservação do acervo documental acumulado desde a transferência da família real para o Brasil em 1808, pela Secretaria de Estado dos Negócios da Guerra e Estrangeiros. Em 1934, foi criado o Arquivo do Exército (Decreto nº 23.976, de 8 de março de 1934) que reuniu os conjuntos documentais acumulados no âmbito do Ministério da Guerra.

Contexto cultural e geográfico

Após a transferência da Corte Portuguesa para o Brasil em 1808, sentiu-se a necessidade de criação de um Arquivo Militar que se ocupasse da feitura de Mapas, Cartas, Croquis referentes à defesa militar da Colônia e, ainda, servisse aos interesses de outros Ministérios no tocante ao conhecimento do território nacional

Mandatos/Fontes de autoridade

BRASIL. Decreto S/Nº de 07 de abril de 1808. Cria o Real Archivo Militar.
BRASIL. Decreto nº 23.976 de 8 de março de 1934. Cria o Arquivo do Exército.
BRASIL. Decreto nº 93.218 de 5 de setembro de 1986. Denomina o Arquivo do exército como Arquivo Histórico do Exército.
BRASIL. Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991 (Lei de Arquivos), que dispõe sobre a a política nacional de arquivos e dá outras providências.
BRASIL. Portaria nº 1.172 de 29 de setembro de 2014 (Comando do Exército). Aprova as Instruções Gerais para Avaliação de Documentos do Exército(IG 01-012).

Estrutura administrativa

O Arquivo Histórico do Exército está subordinado à Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx), que integra o Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), órgão de Direção Setorial no âmbito do Comando do Exército, Ministério da Defesa.

Políticas de gestão e entrada de documentos

Presta orientação técnica às Organizações Militares e órgãos do Exército Brasileiro na implementação de programas de gestão de documentos.

Prédios

Acervo

Por mais de dois séculos, o Arquivo Histórico do Exército vem cumprindo, basicamente, a mesma missão que lhe foi imposta pelo príncipe D. João que é conservar, restaurar e manter a memória institucional, operacional e dos integrantes do Exército Brasileiro e do País. Em seus depósitos encontram-se armazenados vasto acervo cartográfico, iconográfico e documental que retrata a história do Exército e do Brasil, a partir do século XVI. Merecem destaque os acervos cartográficos utilizados nas missões de demarcação dos limites fixados pelos tratados de Madrid (1750), El Pardo (1761) e Santo Idelfonso (1777); o levantamento topográfico do Teatro de Operações do Paraguai, durante a Guerra da Tríplice Aliança, que permitiu o planejamento das ações militares; e o acervo da Força Expedicionária Brasileira. Convém destacar, também, a importância dos acervos da Guerra do Paraguai, da Força Expedicionária Brasileira e de Canudos que foram nominados como Memória do Mundo – América Latina e Brasil - pela UNESCO. O Arquivo Histórico do Exército realiza, também, importante trabalho de restauração, preservação e divulgação dos diferentes documentos sob sua responsabilidade. Para tanto, conta com uma equipe de militares e funcionários civis especializados em técnicas arquivísticas, bem como uma equipe de historiadores e pesquisadores que disponibilizam as informações e os documentos aos interessados no Brasil e no exterior. Atualmente, o Arquivo Histórico do Exército destaca-se por ser uma das instituições responsáveis pela preservação da memória do país, sendo considerada uma Organização Militar arquivística de referência tanto no cenário nacional e como no internacional.

Instrumentos de pesquisa, guias e publicações

Guias: SISTARQ – Sistemas de Arquivos do AHEx
http://sistemas.ahex.ensino.eb.br/sistarq/_pesquisa.php

SISTOM – Sistema de Organizações Militares Extintas
http://sistemas.ahex.ensino.eb.br/sistom/_pesquisaom.php

Área de acesso

Horário de funcionamento

Segunda à sexta-feira, exceto feriados nacionais ou estaduais/municipais, das 13h às 16h e aos sábados de 8h às 11h30. O atendimento é realizado na sala de consulta.

Condição de acesso e uso

Para consulta aos documentos é necessária a apresentação de documento de identificação com foto; para estrangeiros, solicita-se apresentação de passaporte.

Acessibilidade

Área de serviços

Serviços de pesquisa

Sala de consulta, com computador para acesso à base de dados local, tomadas elétricas para usos de computadores portáteis, serviço de consulta inicial à distância (por correspondência oficial, email, telefone). Há acesso a documentos em todos os suportes.

Serviços de reprodução

A reprodução poderá ser feita através de fotografia do documento pelo próprio usuário. É cobrado direito de uso de cópias de imagens para uso comercial.

Áreas públicas

A sede possui um Saguão, no qual realiza exposições em dias comemorativos ou de eventos internos.

Área de controle

Identificador da descrição

Identificador da instituição

RJAHEX

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. ISDIAH: Norma internacional para descrição de instituições com acervo arquivístico. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2009. (Publicações Técnicas, n. 54)
CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). CODEARQ: código de entidades custodiadoras de acervos arquivísticos. Disponível em: www.conarq.arquivonacional.gov.br. Acesso em: 16 Abr 2015.
CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). NOBRADE . Normas Brasileiras de Descrição Arquivística – disponível em http://www.ahex.ensino.eb.br. Acesso em 16 Abr 15.

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

  • latim

Fontes

Ministério da Guerra. Ordens do Dia do Exército 1808 a 1909.
Comando do Exército. Boletins do Exército 1909 a 2015.
Lyra Tavares, Aurélio. História da Engenharia Militar Portuguesa na Construção do Brasil. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 2000.

Notas de manutenção

Alcemar Ferreira Júnior e Alvaro Luiz dos Santos Alves

Pontos de acesso

Pontos de acesso

  • Período Joanino (Thematic area)
  • Rio de Janeiro (RJ) (Thematic area)
  • Sudeste (Geographic subregion)

Contato principal

Praça Duque de Caxias, n. 25, 6º andar – Centro
Rio de Janeiro, RJ
BR 20221– 260