Fundo/Coleção JA - Associação dos Arquivistas Brasileiros

Área de identidad

Código de referencia

BR RJANRIO JA

Título

Associação dos Arquivistas Brasileiros

Fecha(s)

  • 1971 - 2015 (Creación)

Nivel de descripción

Fundo/Coleção

Volumen y soporte

Bibliográfico(s) -sem especificação - 1829 itens
Filmográfico(s) -fita(s) videomagnética(s) - 4 itens
Sonoro(s) -disco(s) ótico(s) - cd(s) - 10 itens
Sonoro(s) -fita(s) audiomagnética(s) - 113 itens
Sonoro(s) -fita(s) rolo - 24 itens
Textual(is) -sem especificação - 35,14 m

Área de contexto

Nombre del productor

(1971 - 2015)

Historia administrativa

A Associação dos Arquivistas Brasileiros (AAB) foi fundada em 20 de outubro de 1971 como entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter técnico, científico, cultural, profissional e de pesquisa.
Dentre as suas finalidades, destacavam-se: contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos profissionais de arquivo e da arquivologia, cooperar com entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais, em tudo o que se relacionasse a arquivos e à arquivologia, e promover a difusão do trabalho e do conhecimento arquivístico.
O primeiro estatuto foi aprovado em Assembleia Geral em 20 de outubro de 1971, depois alterado em 8 de fevereiro de 1977, em 15 de dezembro de 2007, em 15 de dezembro de 2010 e em 21 de outubro de 2013.
Foi reconhecida como entidade de utilidade pública pelo decreto estadual n. 1200, de 23 de abril de 1977.
Conforme seus estatutos, a AAB organizava-se da seguinte forma: Assembleia Geral, Direção-Geral, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo e de Ética. À Assembleia Geral competia eleger, assim como destituir, a Direção-Geral e os integrantes dos conselhos, e também decidir sobre a extinção da entidade.
A Direção-Geral compunha-se de presidente, vice-presidente, secretário-geral e tesoureiro e era eleita por um mandato de dois anos. O Conselho Fiscal era integrado por, pelo menos, três membros. O Conselho Deliberativo e de Ética não podia ter menos que quatro.
Podiam ser admitidos como associados não somente pessoas que exerciam atividade arquivística como aquelas que tinham afinidade com a finalidade da Associação. Eram cinco as categorias de associados: fundador, contribuinte, mantenedor, honorário ou benemérito e estudante.
Com sede no Rio de Janeiro, na fase de implantação, organizou-se em núcleos regionais em diferentes unidades da federação. Em fins da década de 1990, em meio a mudanças na conjuntura política e econômica interna e externa à entidade, essa configuração desfez-se. A sede manteve-se como Associação dos Arquivistas Brasileiros e os núcleos regionais autonomizaram-se a partir de 1998, surgindo, então, associações de arquivistas no âmbito dos respectivos estados.
Extinta em 4 de fevereiro de 2015, na Assembleia de dissolução da Associação dos Arquivistas Brasileiros, decidiu-se a doação de seu arquivo ao Arquivo Nacional, cumprindo o que já era previsto no artigo 32, parágrafo 1 º, do estatuto da Associação, segundo o qual “a documentação de caráter arquivístico e bibliográfico da AAB deverá ser recolhida ao Arquivo Nacional”. Na mesma ocasião, foi deliberado que o remanescente do patrimônio financeiro seria igualmente doado ao Arquivo Nacional, assim como a marca do Congresso Brasileiro de Arquivologia.
A AAB, no Rio de Janeiro, teve diferentes endereços ao longo do tempo. Por ocasião de sua extinção, ocupava sua sede própria, situada na Avenida Presidente Vargas, 1733, sala 903, Centro, CEP 20210-030.

Presidentes:
1971-1973 José Pedro Pinto Esposel
1973-1975 José Pedro Pinto Esposel
1975-1977 Helena Corrêa Machado
1977-1979 Marilena Leite Paes
1979-1981 Regina Alves Vieira
1981-1983 Lia Temporal Malcher
1983-1985
1985-1987 Jaime Antunes da Silva
1987-1989 Jaime Antunes da Silva
1989-1991
1991-1993
1993-1995 Lia Temporal Malcher
1995-1997
1997-1999 Mariza Bottino
1999-2001
2001-2003
2003-2005 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2005-2007 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2007-2009 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2009-2011 Heloisa Esser dos Reis; Lucia Maria Velloso de Oliveira
2011-2013 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2013-2015 Margareth da Silva

Institución archivística

Historia archivística

Primeira entrada: 2008, c. de 76 caixas, como depósito (cf. Listagem da documentação da AAB no Arquivo Nacional em proc. 08060.000085/2015-18, f. 60-61). Mais tarde, esse conjunto recebeu acréscimos.
Segunda entrada, já com característica de doação: 18 de maio de 2015 (c. 167 caixas) contendo diferentes materiais e formatos (documentos textuais, incluindo placas e diplomas emoldurados, documentos sonoros, iconográficos e imagens em movimento).
O termo de doação, datado de 17 de fevereiro de 2016, foi assinado pela então liquidante, Margareth da Silva, e o diretor-geral do Arquivo Nacional. O extrato de doação foi publicado em 19 de maio de 2016 (cf. DOU, n. 95, Seção 3, p. 98).
Com esta doação, o Arquivo Nacional passou a detentor da marca AAB, até então utilizada pela Associação dos Arquivistas Brasileiros, da revista Arquivo & Administração e do Congresso Brasileiro de Arquivologia, cuja realização era responsabilidade da citada entidade (proc. 08060.000085/2015-18, v. 2, f. 285).

Origen del ingreso o transferencia

Associação dos Arquivistas Brasileiros - 2008 - doação - 31
Associação dos Arquivistas Brasileiros - 2015 - doação - 6
Associação dos Arquivistas Brasileiros - 2017 - doação - 1

Área de contenido y estructura

Alcance y contenido

Atas das assembleias da AAB, fichas de sócios, correspondência, textos e projetos no país, documentos produzidos por entidades congêneres e filiadas, notas fiscais, taxas, folhas de pagamento, empenhos, relatórios de atividades, documentos relativos aos cursos promovidos e apoiados pela Associação, convênios, projetos, consultorias, realização do Congresso Brasileiro de Arquivologia, artigos publicados na revista Arquivo & Administração. Placas e diplomas.
Os documentos iconográficos, especialmente as fotografias, registram eventos como cursos, congressos, assembleias, reuniões, inauguração da nova sede e cerimônias de posse de diretorias.
Documentos sonoros atinentes a eventos promovidos pela AAB como congressos e seminários.

Valorización, destrucción y programación

Por ocasião da doação, foi acertado que parte do acervo estaria sujeita a avaliação, por suas características de fase corrente, e, no que diz respeito ao acervo bibliográfico, de modo a evitar duplicação de material.

Acumulaciones

Sistema de arreglo

Identificado
Inventariado

Área de condiciones de acceso y uso

Condiciones de acceso

Condiciones

Idioma del material

  • portugués de Brasil

Escritura del material

Notas sobre las lenguas y escrituras

Características físicas y requisitos técnicos

Instrumentos de descripción

ASSOCIAÇÃO DOS ARQUIVISTAS BRASILEIROS. Listagem descritiva do acervo (1971-2015). Rio de Janeiro, [2015]. 61 p. (cf. proc. 08060.000085/2015-18, f. 160-220) - Não impressos

ASSOCIAÇÃO DOS ARQUIVISTAS BRASILEIROS. Listagem do acervo bibliográfico (1971-2015). Rio de Janeiro, [2015?]. c. 82 p. (cf. proc. 08060.000085/2015-18, f. 4-45) - Não impressos

Área de materiales relacionados

Existencia y localización de originales

Existencia y localización de copias

Unidades de descripción relacionadas

Descripciones relacionadas

Nota de publicación

ARQUIVO & ADMINISTRAÇÃO. Rio de Janeiro: Associação dos Arquivistas Brasileiros, 1975-2014. - Impressos, em periódicos

Área de notas

Notas

Dimensões
Dimensões em metros dos documentos textuais equivalem a 251 caixas.
Quantificação fitas audiomagnéticas alterada de 122 para 113 (cf. proc. 08060.000085/2015-18, v. 2, f. 269) em 28 abr. 2017.
A confirmar, dimensões do acervo bibliográfico, sonoro e imagens em movimento. No que diz respeito ao acervo bibliográfico, foi submetida pelo doador uma listagem que, após conferência, correspondia a 1829 títulos (cf. proc. 08060.000085/2015-18, f. 135).
Quantificação de discos óticos (sonoros) alterada de 9 para 10 em 17 maio de 2017.

Notas

Outras
Higienização dos documentos sonoros - outubro 2015

Notas

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Audiovisuais e Cartográficos - CODAC
Coordenação de Documentos Escritos - CODES
Coordenação de Pesquisa e Difusão do Acervo - COPED

Identificador/es alternativo(os)

Puntos de acceso

Puntos de acceso por materia

Puntos de acceso por lugar

Puntos de acceso por autoridad

Tipo de puntos de acceso

Área de control de la descripción

Identificador de la descripción

Identificador de la institución

BR RJANRIO

Reglas y/o convenciones usadas

Estado de elaboración

Final

Nivel de detalle

Parcial

Fechas de creación revisión eliminación

Idioma(s)

  • portugués de Brasil

Escritura(s)

Fuentes

Área de Ingreso

Materias relacionadas

Personas y organizaciones relacionadas

Tipos relacionados

Lugares relacionados