Associação dos Arquivistas Brasileiros

Área de identidad

Tipo de entidad

Entidad colectiva

Forma autorizada del nombre

Associação dos Arquivistas Brasileiros

Forma(s) paralela(s) de nombre

Forma(s) normalizada del nombre, de acuerdo a otras reglas

Otra(s) forma(s) de nombre

Identificadores para instituciones

Área de descripción

Fechas de existencia

1971 - 2015

Historia

A Associação dos Arquivistas Brasileiros (AAB) foi fundada em 20 de outubro de 1971 como entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter técnico, científico, cultural, profissional e de pesquisa.
Dentre as suas finalidades, destacavam-se: contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos profissionais de arquivo e da arquivologia, cooperar com entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais, em tudo o que se relacionasse a arquivos e à arquivologia, e promover a difusão do trabalho e do conhecimento arquivístico.
O primeiro estatuto foi aprovado em Assembleia Geral em 20 de outubro de 1971, depois alterado em 8 de fevereiro de 1977, em 15 de dezembro de 2007, em 15 de dezembro de 2010 e em 21 de outubro de 2013.
Foi reconhecida como entidade de utilidade pública pelo decreto estadual n. 1200, de 23 de abril de 1977.
Conforme seus estatutos, a AAB organizava-se da seguinte forma: Assembleia Geral, Direção-Geral, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo e de Ética. À Assembleia Geral competia eleger, assim como destituir, a Direção-Geral e os integrantes dos conselhos, e também decidir sobre a extinção da entidade.
A Direção-Geral compunha-se de presidente, vice-presidente, secretário-geral e tesoureiro e era eleita por um mandato de dois anos. O Conselho Fiscal era integrado por, pelo menos, três membros. O Conselho Deliberativo e de Ética não podia ter menos que quatro.
Podiam ser admitidos como associados não somente pessoas que exerciam atividade arquivística como aquelas que tinham afinidade com a finalidade da Associação. Eram cinco as categorias de associados: fundador, contribuinte, mantenedor, honorário ou benemérito e estudante.
Com sede no Rio de Janeiro, na fase de implantação, organizou-se em núcleos regionais em diferentes unidades da federação. Em fins da década de 1990, em meio a mudanças na conjuntura política e econômica interna e externa à entidade, essa configuração desfez-se. A sede manteve-se como Associação dos Arquivistas Brasileiros e os núcleos regionais autonomizaram-se a partir de 1998, surgindo, então, associações de arquivistas no âmbito dos respectivos estados.
Extinta em 4 de fevereiro de 2015, na Assembleia de dissolução da Associação dos Arquivistas Brasileiros, decidiu-se a doação de seu arquivo ao Arquivo Nacional, cumprindo o que já era previsto no artigo 32, parágrafo 1 º, do estatuto da Associação, segundo o qual “a documentação de caráter arquivístico e bibliográfico da AAB deverá ser recolhida ao Arquivo Nacional”. Na mesma ocasião, foi deliberado que o remanescente do patrimônio financeiro seria igualmente doado ao Arquivo Nacional, assim como a marca do Congresso Brasileiro de Arquivologia.
A AAB, no Rio de Janeiro, teve diferentes endereços ao longo do tempo. Por ocasião de sua extinção, ocupava sua sede própria, situada na Avenida Presidente Vargas, 1733, sala 903, Centro, CEP 20210-030.

Presidentes:
1971-1973 José Pedro Pinto Esposel
1973-1975 José Pedro Pinto Esposel
1975-1977 Helena Corrêa Machado
1977-1979 Marilena Leite Paes
1979-1981 Regina Alves Vieira
1981-1983 Lia Temporal Malcher
1983-1985
1985-1987 Jaime Antunes da Silva
1987-1989 Jaime Antunes da Silva
1989-1991
1991-1993
1993-1995 Lia Temporal Malcher
1995-1997
1997-1999 Mariza Bottino
1999-2001
2001-2003
2003-2005 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2005-2007 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2007-2009 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2009-2011 Heloisa Esser dos Reis; Lucia Maria Velloso de Oliveira
2011-2013 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2013-2015 Margareth da Silva

Lugares

Estatuto jurídico

Funciones, ocupaciones y actividades

Mandatos/fuentes de autoridad

Estructura/genealogía interna

Contexto general

Área de relaciones

Access points area

Occupations

Área de control

Identificador de registro de autoridad

Dado não disponível

Identificador de la institución

BR RJANRIO

Reglas y/o convenciones usadas

Estado de elaboración

Final

Nivel de detalle

Parcial

Fechas de creación, revisión o eliminación

Idioma(s)

  • portugués de Brasil

Escritura(s)

Fuentes

Notas de mantención

  • Portapapeles

  • Exportar

  • EAC