Fundo/Coleção CPCIRJ - Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro

Área de identificação

Código de referência

BR RJCPCIRJ CPCIRJ

Título

Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro

Data(s)

  • 1912 - 2006 (Produção)

Nível de descrição

Fundo/Coleção

Dimensão e suporte

Documentação textual: 2, 90 m
Fotos: 173 itens
Tridimensional: 1 medalha

Área de contextualização

Nome do produtor

Biografia

A Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro foi fundada pelo Governo Português por um decreto de 16 de setembro de 1911, mas foi a Assembléia Geral de 10 de agosto de 1912 que estabeleceu o primeiro Conselho Diretor. Assim, para efeito de aniversário, comemora-se no dia 10 de agosto. Tinha como objetivo ser uma extensão de Portugal na economia brasileira e, essencialmente, na carioca – mantendo-se em constante contato com as instituições governamentais portuguesas e associações portuguesas análogas no estrangeiro. Servia, quando solicitada, de tribunal arbitral de questões entre associados e entre estes e outros comerciantes; atuava em cooperação com outras câmaras de comércio e instituições estrangeiras em iniciativas de interesse geral do comércio e da indústria; publicava estatísticas anuais do comércio e indústria de Portugal que interessassem para as relações deste com o Brasil e mantinha, no Rio de Janeiro e em outros pontos, exposições de produtos portugueses. Além disso, à época de sua fundação, Portugal detinha ainda um amplo império colonial e por isso a Câmara publicava em seu Boletim Mensal informações sobre Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné, Timor e de outras colônias. Em diversas ocasiões, a associação atuou como uma extensão diplomática do governo português no Brasil. Eram aceitos como associados pessoas físicas, desde que fossem portuguesas (maiores ou emancipadas), e pessoas jurídicas (sociedade e instituições portuguesas de comércio, indústria ou agrícolas com sede no Rio de Janeiro). Como associados correspondentes eram aceitas pessoas ou entidades de fora do Rio, mas também residentes ou com sede nesta cidade. Entre os sócios honorários, por sua vez, figuravam pessoas que prestaram ou ainda prestavam, reconhecidamente, relevantes serviços à instituição. A Câmara esforçou-se desde o começo para aumentar o seu número de sócios, arregimentando para isso, principalmente, pequenos comerciantes. Logo, a entidade passou a fomentar um projeto político-cultural, que visava à unidade da vasta comunidade portuguesa no Rio de Janeiro, ajudando na preservação de hospitais e escolas, na promoção de festas e na manutenção e criação de outras entidades ligadas à comunidade, em contraste com o seu estatuto de 1916 que vedava a ela discussões que não fossem ligadas aos interesses comerciais e industriais. Como exemplos, podemos citar a visita à Câmara do presidente da República, Epitácio Pessoa, em 1920, a campanha contra a fome em Cabo Verde e a participação nos eventos comemorativos do centenário da independência do Brasil, em 1922, quando se envolveu na publicação da obra História da colonização portuguesa, de Carlos Malheiros Dias. Outro aspecto que fez parte das ações da Câmara desde sua origem é a contínua luta contra as falsificações dos produtos portugueses. Ademais, a instituição ainda buscou promover o comércio de tais produtos, principalmente os mais tradicionais, como o vinho do Porto e o azeite, sendo mais marcante a sua presença na defesa do comércio do que da indústria. Até o início da década de 1970, a Câmara não dispunha de uma sede própria. Esta situação foi alterada quando a instituição adquiriu sua sede na Avenida Visconde de Inhaúma, n° 50, no sétimo andar. Contudo, um incêndio ocorrido em 1976 afetou de forma severa as estruturas da sede, que só pode ser restabelecida graças a uma rede de apoio. Em 2004, a entidade passou ocupar uma sala no prédio da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro.

História arquivística

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Livro com lista de Membros de Comissões (1958-1961); livro caixa (1931-1934, 1936-1938, 1973-1996); livro Razão (1976-1984); livro Diário (1912-1927, 1927-1939, 1939-1953, 1954-1959, 1959-1969, 1969-1979, 1979-1985,1985-1989, 1989-1992); livro de Presença (1957-1974, 1974-1990); livro de Atas do Conselho Diretor (1915-1916, 1955,1956-1967, 1967-1976, 1972-1998); livro de Atas da Diretoria (1912-1967,1967-1980); livro de Atas do Conselho Superior (1957-1963); livro de vinhos portugueses (questões comerciais); livro de Ouro (1976); Relatório de Diretoria (1912-1924, 1931-1961); livro de Honra (1960-1988); Atas das reuniões das Câmaras de Comércio Estrangeiras (1931-1941); documentação Contábil Avulsa (1970-1980); fichas de propostas de sócios (1916-1966); livro do Grandes Beneméritos; Documentação Diversa (1921-1967); inquérito para a expansão do comércio português no Brasil organizado pela Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro (1915); registro do incêndio no antigo prédio da Rua Visconde de Inhaúma (1976); relação de sócios especiais, proprietários e remidos no Brasil (1972-1974); relação de cobrança de sócios proprietários e remidos residentes no Brasil (1972-1974); relação de recibos de sócios remidos (1974). Boletim da Câmara (1913-1918, 1919-1925, 1925-1931); Revista da Câmara (1936-1939); boletim Comemorativo do Cinqüentenário da Câmara (1912-1962); boletim informativo da Câmara (1962-1970). correspondência com autoridades consulares (1912-1959); correspondência com outras câmaras (1913-1960); correspondência com demais clubes portugueses (1860-1966); correspondência recebidas e expedidas (1976-1977); correspondência recebidas e expedidas do representante da Câmara em Portugal (1972-1993); correspondência entre a Associação Comercial de Lisboa e a Câmara (1964-1970); correspondência e relações de sócios e sócios remidos da Câmara em Portugal (1994-1995); correspondência entre a Câmara e a Bolsa de Mercadorias de Lisboa (1930-1940) e com o Diário Comercial (década de 1960); mensagem da Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro ao Exmo Snr Dr Alberto de Oliveira (1918); recortes de jornais sobre a Câmara Portuguesa e o comércio entre Brasil e Portugal; certificado dado pelo Presidente da República de Portugal à Câmara conferindo-lhe o grau de Grã-Cruz da Ordem do Infante Dom Henrique (1962): diploma de sócio conferido pela Câmara por ocasião da comemoração do seu cinqüentenário. Medalha de Grão-cruz da Ordem do Mérito Agrícola e Industrial pelo Presidente da República Portuguesa (março de 1958). Fotos: jantar de comemoração do 95º aniversário da Câmara (23/11/2006); encontro da Associação Empresarial de Portugal ocorrido na Câmara (2003); inauguração da Câmara Portuguesa de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro no Centro Internacional de Negócios (2004); almoço do empresário (2004); evento com o embaixador Francisco Seixas da Costa; almoço com cônsul Antônio de Almeida Lima (2006); evento”Os Investimentos Portugueses nem nosso Estado” (2005); reunião comercial entre Brasil e Portugal ocorrida na Câmara (1988); banquete em comemoração ao cinqüentenário da Câmara (no Clube Ginástico Português em 1° de agosto de 1962) e sessão solene na sede da Câmara (9 de agosto de 1962).

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Identificado

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

A documentação poderá ser consultada até o ano 2000, exceto no caso das fotografias, já que muitas delas são mais recentes

Condiçoes de reprodução

Necessidade de autorização

Idioma do material

  • português do Brasil

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR CPCIRJ

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). NOBRADE: Norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006. 124 p.

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

26/7/2009
2009-11-11

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados