Coleção PE - Campanha da Mulher pela Democracia

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO PE

Título

Campanha da Mulher pela Democracia

Data(s)

  • 1961 - 1973 (Produção)

Nível de descrição

Coleção

Dimensão e suporte

Textual(is) -sem especificação - 2,04 m

Área de contextualização

Nome do produtor

Entidade custodiadora

História arquivística

A Campanha da Mulher pela Democracia (CAMDE) foi criada pouco antes das eleições de 1962, por Leovigildo Balestiero, vigário franciscano de Ipanema, Glycon de Paiva e o general Golbery do Couto e Silva. Foi custeada, organizada e orientada pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES). A razão imediata para a criação da instituição foi a de se formar um efetivo \"coro popular\" para impedir a posse de Santiago Dantas como primeiro-ministro do governo Goulart. A instituição colocou-se sempre em oposição ao chamado \"perigo da subversão comunista\". Patrocinava conferências, reuniões e distribuía material propagandístico, pressionando firmas comerciais contra o governo Goulart, a esquerda e o trabalhismo. Trabalhava, ainda, com a cooperação de associações congêneres de São Paulo e outras regiões. Responsabilizou-se pelo movimento que concentrou cerca de um milhão de pessoas no Rio de Janeiro, a favor da intervenção militar contra o governo e contra a esquerda, estando também na chamada \"Marcha da família com Deus pela liberdade\", em protesto contra o comício de João Goulart em 13 de março de 1964.

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Recortes de jornais com artigos sobre o comunismo, economia, reforma agrária, política estadual, censura, greves, sindicalismo, democracia e manifestações, homenagens da CAMDE. Panfletos sobre o comunismo. Relatórios da CAMDE sobre o combate ao comunismo.

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Organizado totalmente
Assunto e cronológica.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Banco de dados Memórias Reveladas. Rio de Janeiro, 2009-... Disponível em: . - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Coordenação de Documentos Escritos. Equipe de Documentos Privados. Campanha da Mulher pela Democracia. In: ________. Inventário das coleções. Rio de Janeiro, 2005, p. 199-218. dig. (AN/SCO/SDP 064, v. 1) - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Coordenação Regional no Distrito Federal. Base de dados (DSpace). s/d. (ativa em abr. 2011). Nota: Acesso presencial no Rio de Janeiro e em Brasília. - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Sala de leitura virtual (em Windows 7). Org. por equipes da Coordenação de Tecnologia da Informação, Coordenação-Geral de Preservação e Processamento Técnico do Acervo e Coordenação Regional no Distrito Federal. Rio de Janeiro, out.-nov. 2013-2016. Nota: Acesso presencial no Rio de Janeiro e Brasília até 2 agosto de 2017. - Não impressos

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Outros Detentores
Comissão de Anistia (Brasil)
Ministério Público Federal (São Paulo)

Unidades de descrição relacionadas

Na Instituição
Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais -BR RJANRIO QL
San Tiago Dantas -BR RJANRIO Q8
João Goulart -BR RJANRIO D7

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

Variações de título
CAMDE

Nota

Outras
Notação anterior: 90 CP 35 a 46.
Cópias à Comissão de Anistia e ao Ministério Público em São Paulo encaminhadas a pedido, entre outubro e dezembro de 2018 (ver Bibliografia).

Nota

Responsável da descrição
Cyntia Mendes Aguiar

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). NOBRADE: Norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006. 124 p.

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

ARQUIVO NACIONAL (Brasil); COMISSÃO DE ANISTIA. Acordo de cooperação técnica. Rio de Janeiro, 5 out. 2018. Diário Oficial da União, n. 197, Seção 3, p. 111, 11 out. 2018. -Não definido
ARQUIVO NACIONAL (Brasil); MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (São Paulo). Correspondência. 2º sem. 2018. -Não impressos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados