Fundo/Coleção N9 - Instituto Brasileiro do Café

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO N9

Título

Instituto Brasileiro do Café

Data(s)

  • 1932 - 1990 (Produção)

Nível de descrição

Fundo/Coleção

Dimensão e suporte

Cartográfico(s) -planta(s) - 729 item(ns)
Iconográfico(s) -cartaz(es) - 21 item(ns)
Iconográfico(s) -diapositivo(s) - 562 item(ns)
Iconográfico(s) -ilustração(ões) - 9 item(ns)
Sonoro(s) -disco(s) - 1 item(ns)
Sonoro(s) -fita(s) audiomagnética(s) - 22 item(ns)
Textual(is) -sem especificação - 3707 m

Área de contextualização

Nome do produtor

(1952 - 1990)

História administrativa

O Instituto Brasileiro do Café (IBC) foi criado pela lei n. 1.779, de 22 de dezembro de 1952, como entidade autárquica vinculada ao Ministério da Fazenda, herdando o acervo e o pessoal do extinto Departamento Nacional do Café, incluídos os seus haveres, direitos, obrigações e ações, bens móveis e imóveis, documentos e papéis do seu arquivo.
Em 22 de julho de 1960, a lei n. 3.782 criou o Ministério da Indústria e do Comércio e passou o Instituto para o seu âmbito.
Em 26 de junho de 1967, o decreto n. 60.900 vinculou o IBC ao Ministério da Indústria e Comércio. O órgão tinha por atribuições executar a política cafeeira nacional, prestar assistência técnica e econômica à cafeicultura e controlar a comercialização do café.
Em 1958, o IBC recepcionou a Conferência Internacional do Café, durante a qual foi criada a Comissão Preparatória da Organização Internacional do Café (CP/OIC). A Secretaria Executiva da CP/OIC funcionou no Rio de Janeiro, com infra-estrutura fornecida pelo IBC, de 1958 a 1962, quando foi liquidada.
A Organização Internacional do Café, propriamente dita, foi fundada em 28 de setembro de 1963, com sede em Londres. A medida provisória n. 151, de 15 de março de 1990, regulamentada pela lei n. 8.029, de 12 de abril de 1990 e pelo decreto n. 99.240, de 7 de março de 1990, extinguiu o órgão.

Entidade custodiadora

História arquivística

O acervo foi recolhido pelo IBC em 1972 e 1990.
Em março de 2001, foram recolhidos 387,14 metros lineares de documentos textuais provenientes da extinta regional do IBC, em Colatina.
A parcela que deu entrada em 1972 ficou sob a custódia da então Seção de Administração Descentralizada. No exercício de 1973, o acervo foi objeto de recuperação, etiquetagem, classificação e empacatoamento, totalizando 92 volumes (cf. Relatório de atividades, p. 35).

Procedência

Instituto Brasileiro do Café - 1990 - recolhimento - 6
Instituto Brasileiro do Café - 2001 - recolhimento - 4
Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo (Brasil) - 1995 - recolhimento - 15

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Documentos produzidos pela Comissão Preparatória da Organização Internacional do Café, como projeto de regimento, ante-projeto de estatuto, resoluções da Comissão, convênio constitutivo, atas de reuniões, projeto constitutivo, correspondência recebida dos escritórios regionais, relatório e recomendações do grupo de trabalho preliminar, telegramas e ofícios recebidos, boletins diários, expediente remetido. Projeto de regimento da Conferência Internacional do Café e registro dos participantes. Documentos do Instituto Brasileiro do Café, como atas de reunião e relatórios da diretoria, atas de reuniões e resoluções da Junta Administrativa, balanço geral dos exercícios, circulares, comunicados, ordens de serviço, resoluções, instruções administrativas, de comercialização e de exportação.
Publicações editadas pelo (IBC), como bibliografias, anuários estatísticos, relatórios etc.
Documentos cartográficos retratando os terrenos e prédios ocupados pela instituição. Diapositivos, cartazes e ilustrações.
Documentos sonoros com informações sobre planos de renovação e revigoramento de cafezais, história do café, principais pragas e doenças e a realização de seminário sobre economia cafeeira.

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

Dimensões
Fitas audiomagnéticas: 14 fitas rolo e 4 fitas cassete (maio 2013).

Nota

Responsável da descrição
Debora Pereira Crespo

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Audiovisuais e Cartográficos - CODAC
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Relatório de atividades do Arquivo Nacional em 1973, apresentado pelo diretor Raul do Rego Lima ao excelentíssimo professor Alfredo Buzaid, ministro de Estado dos Negócios da Justiça. MAN: Mensário do Arquivo Nacional, ano 5, n. 3, p. 3-68, mar. 1974. -Impressos, em periódicos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados