Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Área de identificação

Identificador

DFINEP

Forma autorizada do nome

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Forma(s) paralela(s) de nome

Outra(s) forma(s) do nome

  • Inep

Tipo

Área de contato

Tipo

Endereço

Endereço

SIG, Quadra 04, Lote 327.

Localidade

Brasília

Região

Distrito Federal

Nome do país

Brasil

CEP

70.610-908

Telefone

0800-616161

Fax

Nota

Área de descrição

História

O Inep foi criado, por lei, no dia 13 de janeiro de 1937, sendo chamado inicialmente de Instituto Nacional de Pedagogia. No ano seguinte, o órgão iniciou seus trabalhos de fato, com a publicação do Decreto-Lei no 580, regulamentando a organização e a estrutura da Instituição e modificando sua denominação para Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. Foi nomeado para o cargo de diretor-geral do órgão o professor Lourenço Filho.

Segundo o Decreto-Lei, cabia ao Inep "organizar a documentação relativa à história e ao estado atual das doutrinas e técnicas pedagógicas; manter intercâmbio com instituições do País e do estrangeiro; promover inquéritos e pesquisas; prestar assistência técnica aos serviços estaduais, municipais e particulares de educação, ministrando-lhes, mediante consulta ou independentemente dela, esclarecimentos e soluções sobre problemas pedagógicos; divulgar os seus trabalhos". Também cabia ao Inep participar da orientação e seleção profissional dos funcionários públicos da União.

Nas décadas anteriores à sua criação, algumas tentativas de sistematizar os conhecimentos educacionais e propor melhorias ao ensino já haviam sido articuladas, sem conseguirem, no entanto, alcançar a continuidade desejada. O Inep configurou-se, então, no primeiro órgão nacional a se estabelecer de forma duradoura como
fonte primária de documentação e investigação, com atividades de intercâmbio e assistência técnica"

(Lourenço Filho, M. B. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v 95, jul./set.1964),

Nos anos seguintes à sua criação, o Inep tornou-se uma referência para a questão educacional no País.

Contexto cultural e geográfico

Mandatos/Fontes de autoridade

Promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional Brasileiro com o objetivo de subsidiar a formulação e implementação de políticas públicas para a área educacional e produzir informações claras e confiáveis aos gestores, pesquisadores, educadores e público em geral. Ademais, gerar e disseminar conhecimentos que contribuam para o alcance de uma educação de qualidade com equidade e justiça social.

Estrutura administrativa

O organograma do Inep prioriza a organização e coordenação dos processos. Nessa estrutura, o fluxo de autoridade é descendente e propenso a um crescimento em grande extensão, apresentado visualmente a seguir por questões de acessibilidade.

A Estrutura Regimental e o quadro demonstrativo dos cargos em comissão do Inep, com base no Decreto nº 6.317, de 20 de dezembro de 2007 e publicado no Diário Oficial da União, ficam determinados da seguinte forma:

Presidência
Diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB)
Diretoria de Avaliação da Educação Superior (DAES)
Diretoria de Estatísticas Educacionais (DEED)
Diretoria de Gestão e Planejamento (DGP)
Diretoria de Estudos Educacionais (DIRED)
Diretoria de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais (DTDIE)

Políticas de gestão e entrada de documentos

Prédios

Acervo

O acervo da Seção de Fundo "Histórico" foi organizado em um "Quadro de Arranjo" composto por séries documentais, tais como: CBPE; CRPE/MG; CRPE/RS; CRPE/PE; CRPE/BA; CRPE/SP; CRPE/SP (Cursos); CRPE/SP (Pessoal); CRPE/SP (Contabilidade); CONTABILIDADE; CURSOS; DIRETORIA; CODI; CODI/UNIPER; CODI/SOEP; RECURSOS AUDIOVISUAIS; THESAURUS; PREMEN; CAV/ES; SRAV/PR; PESQUISA; DDIP; PGEB; FNEM; TRABALHOS AVULSOS; DISSERTAÇÕES DE MESTRADO; CAMPANHA DE CONSTRUÇÃO ESCOLAR; PLANEJAMENTO EDUCACIONAL; EDUCADORES; CUSTOS EDUCACIONAIS; PERFIL DO USUÁRIO; CILEME; CALDEME; PROJETO ANUÁRIO; POA; CURRÍCULOS; ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL; PROCARTA; COLTED; EATEP; DAM; MONOGRAFIAS; SAT; DDI; ESTATÍSTICA; QUESTIONÁRIOS; CAPES; CEOSE/CROSE; SOE; ENCONTRO; PESSOAL; e, SALÁRIO EDUCAÇÃO. O período abrangente (data-limite) desta Seção de Fundo é: 1937-1997. Há 219,38 metros lineares de documentos textuais desse acervo. Outro acervo é o de documentação administrativa e de exames/avaliações, cuja custódia (fases intermediária e permanente) é do Arquivo Central da instituição. Como data-limite, abrange desde a criação do Instituto até os anos atuais. Os conjuntos documentais são formados por gêneros "textuais", "iconográficos", "cartográficos", "sonoros", "fílmicos", "micrográficos" e "informáticos".

Instrumentos de pesquisa, guias e publicações

Área de acesso

Horário de funcionamento

De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Condição de acesso e uso

Há restrição de acesso a documentos em fase de organização e que necessitam de métodos específicos quanto à sua conservação.

Acessibilidade

Área de serviços

Serviços de pesquisa

Serviços de reprodução

Reprodução eletrostática e digital.

Áreas públicas

Área de controle

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR DFINEP

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

Notas de manutenção

Pontos de acesso

Pontos de acesso

  • Cadastro Nacional de Entidades Custodiadoras de Arquivos (CODEARQ) (Thematic area)
  • Área de Transferência

Contato principal

SIG, Quadra 04, Lote 327.
Brasília, Distrito Federal
BR 70.610-908