Junta da Real Fazenda da Capitania (Minas Gerais)

Área de identificação

Tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Junta da Real Fazenda da Capitania (Minas Gerais)

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • Minas Gerais. Junta da Real Fazenda da Capitania

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1771 - 1835

História

Criada em 7 de setembro de 1771, com sede em Vila Rica, era presidida pelo Governador da capitania. Integravam-na o Ouvidor da comarca de Vila Rica, o Tesoureiro Geral, o Escrivão Contador e o Procurador da Coroa. Seu pessoal era constituído por seis Escriturários-Contadores, dois Ajudantes da Contadoria, um Fiel ajudante do Tesoureiro Geral, um Porteiro, um Contínuo, um Tesoureiro das despesas Miúdas e seu escrivão, um Solicitador da Fazenda Real, um Meirinho e seu escrivão. ( FONTES : ).

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Dado não disponível

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

PEREIRA E SOUSA, Diccionario Juridico, Theoretico e Practico Remissivo às Leis Extravagantes (verbete "Junta")
Oliveira, Alvaro Salles e Silva, Duarte Nicolau. Moedas do Brasil: Moedas e barras de ouro, v1, 1948, 508 p.
Salgado, Graça, coord. Fiscais e meirinhos - a administração no Brasil colonial. Rio de Janeiro, Nova Fronteira/Pró-Memória/ Instituto Nacional do Livro, 1985, 452 p.

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC