Luz, Fábio Lopes dos Santos

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Luz, Fábio Lopes dos Santos

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

1864 - 1938

História

Fábio Lopes dos Santos Luz nasceu em Valença (Bahia), a 31/07/1864, e faleceu no Rio de Janeiro a 09/05/1938. Formado em medicina em 1883, doutorou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 1888. Mudou-se para o Rio de Janeiro, onde clinicou. Colaborou na imprensa e exerceu o magistério. Cultivando idéias anarquistas, tentou fundar uma universidade popular. Pertenceu à Academia Carioca de Letras. Publicou: \"Xica Maria\" (1901), \"Ideó logo\" (1903), \"Os emancipados\" (1904), \"Virgem mãe\" (1910), \"Elias Barro\" (1915), \"A paisagem no conto, no romance e na novela\" (1922), \"Nunca\" (1924), \"Estudos de literatura\" (1927), \"Ensaios\" (1930), \"Dioramas-aspectos literários\" (1934), \"A invasão federalista em Santa Catarina e Paraná\" (In \"Floriano\"), \"Imprensa Nacional\" (1941) e \"Manuscrito de Helena\" (1951).

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Dado não disponível

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Mínimo

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC