Moraes, Elizabeth Garson Passi de

Área de identificação

Tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Moraes, Elizabeth Garson Passi de

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

Datas de existência

s/d

História

Elizabeth Garson Passi nasceu no Brasil, filha de Leon Passi e de Sol Garson, estes filhos de imigrantes judeus oriundos de Salônica, Grécia.
A história da família no Brasil teria se iniciado em 1918, com a chegada de Jacob (ou Jacques) Tchelibi Passi no Rio de Janeiro. Em 1921, Jacob/Jacques conseguiu trazer a noiva Bertha (ou Bevenis) Nachmia, aqui se casando com autorização do Grand Rabbinat de Salônica, que atestou que o noivo era solteiro na Grécia. Em 1926, vieram os pais de Jacob/Jacques, Samuele Tchelibi Passi e Reyna Béja Passi, e os irmãos Vidal, Leon e Estreia.
Jacob/Jacques e Bertha tiveram dois filhos: Leon e Noemio Passi. Noemio faleceu jovem, mas Leon Passi casou-se com Sol Garson e, além de Elizabeth, titular do acervo, tiveram Ester (Passi).
Sol Garson, mãe da titular, era filha de Isaac Abraham Garson com Fortunata Migueres Garson. O casal, além de Sol, teve outra filha, Sultana Garson.
Isaac Abraham Garson, avô da titular por parte de mãe, nasceu no Pará, em 1893, filho de Abraham Isaac Garson, judeu marroquino de Gibraltar que havia imigrado para o Brasil por volta de 1880. Abraham Isaac, uma vez estabelecido em Belém, Pará, fundou, com um sócio, a Companhia Garson-Bachelon, ligado a negócios com a borracha. Abraham Isaac casou-se com Sol Atias, da segunda geração de judeus marroquinos no Pará, teve seis filhos, entre eles Isaac Abraham, que seguiu para o Rio de Janeiro em 1920.
Fortunata Migueres Garson, avó da titular por parte de mãe, nasceu na Bahia, em 1905, filha de José Migueres. José Migueres chegou ao Brasil vindo de Marrocos (Tetuan ou Mogador), no final do século XIX. Estabeleceu-se na Bahia, em Feira de Santana, com uma mercearia. Casou-se com Sultana Secron, também judia marroquina, que vivia em Portugal. Tiveram oito filhos; a mais nova, Ester, no Rio de Janeiro.
Sultana Garson, irmã da titular, casou-se com Moyses Bernat, polonês da cidade de Wlodawa, localizada na região da Cracóvia. Moyses Bernart era filho de Froim Fischel Bernat e Fradla Bernat. Froim Fishel chegou ao Brasil em 1926, fixando-se em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Em 1928, por meio de carta de chamada, trouxe a esposa Fradla, a filha Paulina, o filho Moyses, na época com 4 anos de idade, primos e irmão. Moyses Bernat e Sultana Garson Bernat são pais de Isaac Garson Bernat.

Locais

Status legal

Funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

Contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Dado não disponível

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Mínimo

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC