Fundo/Coleção S7 - Paulo de Assis Ribeiro

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO S7

Título

Paulo de Assis Ribeiro

Data(s)

  • 1872 - 1975 (Produção)

Nível de descrição

Fundo/Coleção

Dimensão e suporte

Cartográfico(s) -cartograma(s) - 268 item(ns)
Cartográfico(s) -esquema(s) - 12 item(ns)
Cartográfico(s) -gráfico(s) - 63 item(ns)
Cartográfico(s) -mapa(s) - 1030 item(ns)
Cartográfico(s) -mosaico(s) aéreo(s) - 9 item(ns)
Cartográfico(s) -organograma(s) - 25 item(ns)
Cartográfico(s) -perfil(is) - 13 item(ns)
Cartográfico(s) -planta(s) - 31 item(ns)
Iconográfico(s) -cartaz(es) - 5 item(ns)
Iconográfico(s) -fotografia(s) - 138 item(ns)
Sem especificação -sem especificação - 100 item(ns)
Textual(is) -sem especificação - 65,28 m

Área de contextualização

Nome do produtor

(1906 - 1974)

Biografia

Paulo de Assis Ribeiro, filho de Joaquim de Assis Ribeiro e Corina Fonseca de Assis Ribeiro, nasceu no Rio de Janeiro a 20 de dezembro de 1906 e faleceu a 22 de maio de 1974.
Era casado com Vera Lúcia de Assis Ribeiro.
Diplomou-se engenheiro geógrafo em 1928 e engenheiro civil em 1930, quando obteve o Prêmio Morsing, conferido ao aluno com a primeira colocação na turma de todos os anos do curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica do Rio de Janeiro. Foi também economista.
Atuou nas áreas de Educação, Economia e Engenharia, tanto em funções públicas como na iniciativa privada. Foi professor de cálculo em Recife, Pernambuco em 1925/26 e membro das Juntas Examinadoras de Matemática no mesmo estado em 1926.
Exerceu, entre outros, os cargos de presidente da Associação Brasileira de Educação, de 1934 a 1935, diretor do Departamento Nacional de Educação, de 1934 a 1935. Foi delegado de Educação em São Paulo (1936/37), secretário de Educação e Cultura do Distrito Federal, de 1938 a 1939, presidente da Comissão do Planejamento da Reorganização Geral da Prefeitura do Distrito Federal em 1938, diretor e presidente do Instituto de Pensões e Aposentadoria dos Servidores do Estado (IPASE) de 1939 a 1940, chefe da Comissão do Plano da Cidade Universitária do Brasil, de 1941 a 1942. Foi engenheiro do Departamento de Administração do Serviço Público (DASP) de 1940 a 1950. Em 1941, participou do levantamento e planejamento do Instituto do Açúcar e do Álcool. Em 1942, exerceu os cargos de diretor do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (IAPC), representante do Ministério da Educação na Comissão Central de Requisições de Guerra e chefe do Serviço Especial de Mobilização de Trabalhadores para a Amazônia, cargo este que exerceu até 1944. Foi também diretor-executivo da Fundação Getúlio Vargas de 1944 a 1945, chefe dos Serviços de Planejamento da Fundação Brasil Central em 1944 e participou, de 1947 a 1948, dos Planos de Organização do Funcionalismo Público e Reorganização do Estado de Minas Gerais. Em 1949, exerceu o cargo de diretor-executivo do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas. Em 1951, foi coordenador da Comissão de Planejamento do Combate às Secas do Nordeste e membro do Conselho Técnico do Departamento de Estudos e Planejamento da Comissão Federal de Abastecimento de Preços, cargo este que exerceu até 1953.
De 1953 a 1956, foi representante do Ministério da Educação na Comissão Organizadora da Enciclopédia Brasileira do Instituto do Livro. Foi membro do Conselho de Produtividade da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIERJ) de 1958 a 1959 e, em 1960, assessor técnico do Centro Nacional da Produtividade Industrial da CNI. De 1961 a 1963, foi diretor da Associação Brasileira das Escolas Superiores Católicas e daquele mesmo ano até 1962 foi diretor do Centro Pan-americano de Aperfeiçoamento para Pesquisa de Recursos Naturais (CEPERN – OEA IPGH). De 1962 a 1964, foi diretor do Instituto de Organização Regional do Trabalho (IDORT) do então Estado da Guanabara e, de 1962 a 1968, exerceu cargos no Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES). De 1962 a 1964, foi diretor técnico do Departamento de Planejamento e do Instituto Nacional de Pesquisas e Planejamento. Foi membro do Grupo de Trabalho de Métodos e Processos da Reforma Administrativa, em 1963, membro dos Grupos de Trabalho para a Reforma Agrária e Habitacional, em 1964, e trabalhou em 1965 na elaboração da lei do inquilinato. Participou do Conselho Nacional de Economia de 1956 e, em 1964, foi representante do MEC junto ao Ministério do Planejamento para elaboração de plano de ação. De 1962 a 1963, trabalhou no planejamento e implantação do Instituto de Desenvolvimento Agrário de Goiás. Em 1964, foi também membro do Grupo de Trabalho para propor Normas para Levantamento de Índices de Preços em todo o território nacional e vice-presidente da Associação Brasileira de Colonização – Goiás, cargo que exerceu até 1965. Neste ano foi coordenador do Grupo de Trabalho do MEC e do Ministério do Planejamento para elaborar Plano de Ação do Governo no setor educacional e do Grupo de Trabalho para Regulamentação do Estatuto da Terra (GRET). De 1965 a 1967, foi presidente do Instituto Brasileiro de Reforma Agrária (IBRA), de 1968 a 1970, decano do Centro de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Em 1971, foi coordenador do 1º Encontro de Prefeitos Municipais do Rio de Janeiro e da Reunião dos Parlamentares da Arena – Rio de Janeiro. Em 1970, participou da elaboração do Plano de Ação do Governo do Rio de Janeiro de 1971 a 1975 e, em 1974, foi superintendente do SUPREN – IBGE.
Publicou: Sobre a superfície de um só lado, in Técnica e Arte (1928); Noções sobre as linhas de influência – Revista Didática, Escola Politécnica (1928); Empuxo de Terras, Revista Didática - Escola Politécnica (1929); Teoria Elementar dos Determinantes – Revista Didática, Escola Politécnica (1930); O Eclipse do Sol de 9 de maio de 1929 – Movimento Brasileiro (1930); Evolução do Ensino Secundário no Brasil, in Um Grande Problema Nacional (Estudo sobre o Ensino Secundário no Brasil), Edição Pongetti (1940); Princípios de Organização – publicação do Curso de Aperfeiçoamento do DASP (1942); Problemas da Justa Remuneração do Trabalho – Separata da Revista do Serviço Público (DASP) (1942); Cogitações sobre o Após-Guerra, in Engenharia – CTC – nº 26 (1944); Notas à Margem da Transferência da Capital da União, em colaboração com Vera Lúcia de Assis Ribeiro (1946); Mudança do Distrito Federal, in Revista do Comércio – nº 15, volume III – ano III (1947); Alguns Aspectos Econômicos da Duração da Vida, in boletim nº 48 – ano XXVI, do Rotary Club do Rio de Janeiro (1949); Zoneamento do Brasil para Execução da Campanha Nacional contra a Tuberculose – Ministério da Educação e Saúde (1949); Economics Value of Health, in colaboration with Manoel José Ferreira and Hernani Braga – published by auspices of the Serviço Especial de Saúde Pública (1952); Estrutura, Economia e Política dos Transportes – Biblioteca de Divulgação Cultural – Série B 1 – Ministério da Educação e Cultura – Instituto Nacional do Livro (1956); Solução para os Transportes Coletivos Urbanos, in Brasil News – nº 1 – ano I (1960); A fusão do Distrito Federal com o Estado do Rio, ins Boletim do Rotary Club do Rio de Janeiro – nº 3 – ano XXXVII (1960); Os recursos Naturais e a Produtividade, in Brasil News – nº 2 – ano I (1960); Planejamento Regional e Produtividade Agrícola, in Brasil News – nº 3 – ano I (1960); A Propósito do Estado da Guanabara, in Brasil News – nº 4 – ano I (1960); A Força do Trabalho e sua Evolução, in Brasil News – nº 7– ano I (1960); Planejamento – Um Imperativo das Novas Estruturas no Mundo, in Brasil News – nº 10 – ano I (1961); Estudos Específicos sobre a capacidade do Sistema Escolar Primário, in Brasil News nº 10, ano I (1961); Valor Econômico da Educação – Comunicação á XXIV Conferência de Instrução Pública da Unesco em Genebra e Tese Central do VI Congresso Internacional pela Liberdade do Ensino (VILE) no Rio de Janeiro (1961); A Educação e o Planejamento, in Revista de Economia – nº 4, ano XVI – Fundação Getúlio Vargas (1962); A Saúde e o Planejamento, in Revista Brasileira de Economia – ano XVI – nº 4 – Fundação Getúlio Vargas (1962); Os Recursos Naturais e o Planejamento, in Revista de Economia – ano XVI – nº 4 – Fundação Getúlio Vargas (1962); Coordenação e Colaboração na Obra “Reforma Agrária” editada pelo IPES – 1964 (1964); Quem elege quem – estudo sócio- político-eleitoral do Brasil (1964); Documento Básico para o Encontro sobre Ocupação do Território (1967); A Educação que nos convém, como coordenador do Fórum de Educação, no qual participaram vários conferencistas (1968/69); Ampliação do Ecúmeno Brasileiro, Evolução e Perspectiva, in A Economia Brasileira e suas Perspectivas, APEC – Editora (1969); Relação Universidade – Empresa – aula magna dada no Instituto de Administração e Gerência da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, em 28 de fevereiro de 1969 (1969); Função Integradora da Universidade – aula magma dada na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 7 de março de 1969 (1969); Exame Geral da Problemática preparado para o Seminário sobre Universidade e Empresa na Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra (1970); O que distinguir no planejamento e na pesquisa, artigo para o Jornal do Brasil (Correio Econômico) (1970); Evolução dos Índices de Desenvolvimento APEC Editora (1970); Notas sobre a Formação do Capital Humano – APEC Editora (1971).

Entidade custodiadora

História arquivística

Em 1974, quando doou a primeira parcela do acervo ao Arquivo Nacional, a viúva do titular, Vera Lúcia de Assis Ribeiro encaminhou a documentação já identificada, acondicionada em caixas arquivos de papelão e arroladas em uma listagem. Ao entrarem no Arquivo, essas caixas foram parcialmente conferidas e, até determinado número, o conteúdo foi separado em pastas/pacotes, o restante foi mantido em suas caixas originais, guardadas em caixas de metal. A partir da listagem de doação, foi elaborado um instrumento de pesquisa que recupera os documentos por caixa e pacote. Os documentos de natureza iconográfica e cartográfica foram encaminhados às suas respectivas áreas. A segunda parcela foi doada em 1993.
Em função da demanda por certidões de tempo de serviço de pessoas que trabalharam no Serviço de Movimentação de Trabalhadores para a Amazônia (SEMTA), foi elaborado, em 1991, um repertório específico para as caixas 4 e 5 que contêm documentação sobre o Serviço.
A parcela textual do fundo Paulo de Assis Ribeiro foi selecionada, em 2013, pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) para integrar o leque de acervos escolhidos como de importância para contribuir com as atividades da Comissão. E passou a fazer parte do projeto de reformatação de acervos do Arquivo Nacional de interesse para a CNV.
A preparação do acervo para digitalização começou com a conferência do conteúdo da caixa com o instrumento, a higienização, pequenos reparos quando necessário, acondicionamento adequado e, por último, a colocação da notação de acordo com o padrão estabelecido para acervo não organizado. Em 2014, o fundo foi digitalizado e colocado à disposição para consulta presencial.

O fundo recebeu anteriormente o código AP 50.

Informações sobre a entrada:
Ribeiro, Vera Lúcia de Assis - doação - 1974 (cf. Relatório de atividades do exercício de 1974, p. 45)
Ribeiro, Vera Lúcia de Assis - doação - 1975 (cf. Relatório de atividades do exercício de 1975, p. 35)
Ribeiro, Vera Lúcia de Assis - doação - 1993

Procedência

Ribeiro, Vera Lúcia de Assis - 1993 - doação - 9

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Correspondência, boletins, publicações, estatutos, atas, teses, monografias, organogramas, relatórios, balanços, dossiês, planos de ação, recortes de jornais, relações referentes ao escritório técnico pertencente ao titular, Enciclopédia Brasileira do Instituto Nacional do Livro, Departamento de Administração do Serviço Público (DASP), Serviço Especial de Mobilização de Trabalhadores para a Amazônia (SEMTA), Fundação Brasil Central, Aliança para o Progresso, Instituto de Desenvolvimento Agrário do Estado de Goiás (IDAGO), Fundação Getúlio Vargas, Companhia Agrícola de Minas Gerais (CAMIG), fusão dos estados do Rio de Janeiro e Guanabara, imigração e colonização, Instituto Brasileiro de Reforma Agrária (IBRA), Grupo de Regulamentação do Estatuto da Terra (GRET), Instituto de Pesquisa e Estudos Sociais (IPES), Junta Governativa de 1930, estudo sobre o Planalto Central e o Triângulo Mineiro, Jornadas Luso-Brasileiras de Engenharia Civil (1960), diagnóstico do Estado de Alagoas, planejamento do governo Raimundo Padilha (Rio de Janeiro), reformas de base, turismo, reforma bancária. Documentos pessoais do titular.
Documentos cartográficos referentes a cidades, estados e municípios brasileiros.
Cartazes referentes à Amazônia produzidos pelo SEMTA.
Fotografias referentes à arquitetura americana e a cenas rurais.

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Identificado

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Com restrição - Necessidade de organização

Observações
Restrição para documentos iconográficos.

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • espanhol
  • francês
  • inglês
  • português do Brasil

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Catálogo dos doc. ico. dos fundos Afonso Pena, Afonso Pena Júnior, Antônio Ferreira Viana, Barão Homem de Melo, Duque de Caxias, Família Bicalho, Família Lobo Leite Pereira, Família Vieira Tosta, Família Werneck, Floriano Peixoto, Henrique Oswald, Luís Gastão d´ Escragnolle Dória, Paulo de Assis Ribeiro, Percival Farquhar, Plínio Doyle, Polidoro da Fonseca Quintanilha Jordão, Prudente de Morais e Virgílio Várzea. Rio de Janeiro, 1998. 291 p. dat. (AN/SCO/CODAC/SDI 4) - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Catálogo dos documentos cartográficos do fundo Paulo de Assis Ribeiro. Rio de Janeiro, 2000. 293 p. dat. (AN/SCO/CODAC/SDC 11) - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Coordenação-Geral de Processamento e Preservação do Acervo. Coordenação de Documentos Escritos. Equipe de Documentos Privados. Fundo Paulo de Assis Ribeiro (S7): instrumento provisório dos documentos textuais. Rio de Janeiro, 2015. 3 v. - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Relação de documentos por caixa do fundo Paulo de Assis Ribeiro. Rio de Janeiro, [198-?]. 3 v. 587 p. dat. Nota: obsoleto. - Não impressos

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Outros Detentores
Comissão de Anistia (Brasil)
Ministério Público Federal (São Paulo)

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

Dimensões
Algumas espécies foram reunidas, circunstancialmente, aos Documentos Cartográficos.
A digitalização, conforme Relatório de status de 27 de maio referente à reprodução do acervo de interesse para a Comissão Nacional da Verdade, estimou as dimensões do material a ser processado em 381.990 páginas.

Nota

Outras
Cópias encaminhadas, a pedido, à Comissão de Anistia e ao Ministério Público em São Paulo, entre outubro e dezembro de 2018 (ver Bibliografia).

Nota

Responsável da descrição
Cyntia Mendes Aguiar

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Audiovisuais e Cartográficos - CODAC
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). NOBRADE: Norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006. 124 p.

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Digitalização de acervos de interesse da Comissão Nacional da Verdade: relatório de status, atualizado em 27 de maio de 2014. 7 p. -Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Relatório das atividades em 1974. MAN: Mensário do Arquivo Nacional, v.6, n. 3, p.1-81, mar 1975.

  • Impressos, em periódicos

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Relatório das atividades no exercício de 1975. MAN: Mensário do Arquivo Nacional, ano 7, n. 2, p. 1-66, fev. 1976. -Impressos, em periódicos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil); COMISSÃO DE ANISTIA. Acordo de cooperação técnica. Rio de Janeiro, 5 out. 2018. Diário Oficial da União, n. 197, Seção 3, p. 111, 11 out. 2018. -Não definido
ARQUIVO NACIONAL (Brasil); MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (São Paulo). Correspondência. 2º sem. 2018. -Não impressos

Nota do arquivista

Crédito
Equipe de Documentos Iconográficos: Maria Lúcia Cerutti Miguel, Nilda Sampaio Barbosa Sobrosa e Sérgio Lima.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados