Fundo/Coleção 9L - Série Guerra - Arsenais (IG7)

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO 9L

Título

Série Guerra - Arsenais (IG7)

Data(s)

  • 1812 - 1916 (Produção)

Nível de descrição

Fundo/Coleção

Dimensão e suporte

Textual(is) -sem especificação - 2,55 m

Área de contextualização

Nome do produtor

Entidade custodiadora

História arquivística

Criado em 01/03/1811, por um alvará s/nº, o Arsenal de Guerra era subordinado ao Ministério da Guerra e tinha como competência \"...estimular a criação e a educação de oficiais e artistas hábeis que para o futuro promovam e adiantem sempre todos os objetos do Real Serviço que tanto servem a conservar a independência e segurança da Real Coroa...\". O decreto nº 7940, de 07/04/1910, tornou sua principal atribuição \"...fabricar o armamento e o material de guerra que for adotado ou escolhido para o exército de campanha e fortificações, como todos os demais artigos ou artefatos empregados nos serviços militares da União, que, pela sua natureza e peculiares condições de ordem técnica e militar, com vantagem para a administração e economia pública, não possam ser adquiridos na indústria civil do país ou mesmo nos mercados estrangeiros...\". O decreto nº 11583-A, de 31/12/1915, criou a Diretoria do Material Bélico, a ela subordinando o Arsenal de Guerra.
Na década de 1960, o Arquivo Nacional contou com a colaboração técnica do professor francês Henri Boullier de Branche, diretor dos arquivos de Sarthe (Le Mans), que dirigiu um grupo de trabalho encarregado de estabelecer um quadro de arranjo do acervo textual. Surgiram, assim, as séries funcionais, que classificam parte da documentação da administração central dos ministérios, e de órgãos a eles pertencentes, de acordo com a função ou atividade ministerial principal, subdividindo-a, ainda, em atividades secundárias, específicas de determinado serviço. Assim, Arsenais, por exemplo, corresponde a uma subsérie da atividade principal, representada na SÉRIE GUERRA.
Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro: documentos de 1816 a 1914 foram recolhidos em 1971 (cf. Relatório AN sobre o exercício de 1971)

Procedência

Arsenal de Guerra - 1847 - recolhimento - 18
Ministério do Exército (Brasil) - 1971 - recolhimento - 6
Secretaria de Estado dos Negócios da Guerra (Brasil) - 1879 - recolhimento - 4

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Ofícios da inspeção do arsenal sobre assuntos administrativos, prestação de contas, compras, pagamentos e requisição de material. Relações dos pertences de guerra, das dívidas ativas, dos artigos bélicos que embarcaram no Arsenal, dos praças, de obras e consertos, dos armamentos, fardamentos e munições dos empregados nas repartições, de africanos livres e escravos. Livros de registro do almoxarifado, de despesas, de ofícios emitidos. Orçamento de obras. Mapas demonstrativos de despesas. Ponto dos oficiais da Contadoria do Arsenal. Tabelas do rendimento do Arsenal.

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

A revisar

Organização
Assunto.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Sistema Boullier de Branche: série Guerra – IG1-IG13. (AN/SCO, Fichários, n. 37, gav. 1A-10B) Antigo F-92, gav. 1A-10B - Não impressos

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Nota de publicação

RIBEIRO, José Iran. O Império e as revoltas: Estado e nação nas trajetórias dos militares do Exército imperial no contexto da Guerra dos Farrapos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2013. 344p. (Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa, 30) - Impressos, em livros e folhetos

Área de notas

Nota

Outras
Fichários 03 (gav. 8 e 1) e 89 (gav. 3), 92, 93

Nota

Responsável da descrição
Debora Pereira Crespo

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Relatório de atividades do Arquivo Nacional no exercício de 1971, apresentado pelo diretor Raul do Rêgo Lima ao excelentíssimo senhor professor Alfredo Buzaid, ministro da Justiça. MAN: Mensário do Arquivo Nacional, ano 3, n. 2, p. 3-68, fev. 1972. -Impressos, em periódicos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados