Fundo/Coleção CS - Arthur da Costa e Silva

Original Digitaal object not accessible

Identificatie

referentie code

BR RJCPDOC CS

Titel

Arthur da Costa e Silva

Datum(s)

  • 1953 - 1972 (Vervaardig)

Beschrijvingsniveau

Fundo/Coleção

Omvang en medium

Documento(s) Bibliográfico(s):
livro(s): 290 volume(s)
Documento(s) Filmográfico(s):
filme(s) cinematográfico(s): 2 item(s)
fita(s) videomagnética(s): 1 item(s)
Documento(s) Iconográfico(s):
fotografia(s): 5013 item(s)
Documento(s) Textual(ais):
0.24 metro(s) linear(es)
Documento(s) Tridimensional(ais):
fraque(s): 3 item(s)
mobiliário: 6 item(s)
objeto(s) pessoal(is): 3 item(s)
placa (s) comemorativa (s): 3 item(s)

Context

Naam van de archiefvormer

(1889 - 1969)

Biografie

Arthur da Costa e Silva nasceu na cidade de Taquari, estado do Rio Grande do Sul, em 3 de outubro de 1899. Estudou no Colégio Militar de Porto Alegre, na Escola Militar de Realengo, na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais da Armada e na Escola de Estado-Maior do Exército. Integrou o movimento tenentista (1922), participando da Revolta de 5 de julho tendo sido preso e anistiado. Participou da Revolução de 1930, e em 1932 aliou-se às forças que lutaram contra a revolução constitucionalista de São Paulo. Foi diretor da Escola de Motomecanização do Exército (1941-1943), encarregado de organizar a unidade blindada da Força Expedicionária Brasileira (FEB) em 1943, comandante do 9º Regimento de Infantaria sediado em Pelotas (1946-1948), chefe do estado-maior da 3ª Região Militar (RM) com sede em Porto Alegre (1948-1949), e adido militar junto à embaixada do Brasil na Argentina (1950-1952). Comandou o Núcleo de Divisão Blindada no Rio de Janeiro (1952-1954), a 2ª Brigada de Infantaria em Caçapava (1954-1955), a 3ª RM (1957-1959), e a 2ª Divisão de Infantaria em São Paulo (1959-1961). Promovido a general-de-divisão (1961), assumiu o comando do IV Exército, em Recife (1961-1962). Chefiou ainda o Departamento Geral de Pessoal do Exército, no Rio de Janeiro (1962-1963), e o Departamento de Produção e Obras (1963-1964).Foi um dos principais articuladores do golpe de 1964, que depôs o presidente João Goulart, e integrou o Comando Supremo da Revolução, ao lado do brigadeiro Correia de Melo e do almirante Augusto Rademaker. Ministro da Guerra durante o governo Castelo Branco (1964-1966), desincompatibilizou-se do cargo para candidatar-se às eleições indiretas na legenda da Arena. Em 3 de outubro de 1966, Costa e Silva e Pedro Aleixo foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente pelo Congresso Nacional, com a abstenção de toda a bancada do MDB, partido oposicionista. Em 15 de março de 1967 foi empossado na presidência, e em agosto de 1969 afastou-se do cargo em virtude de uma trombose cerebral, sendo substituído por uma junta militar.
Faleceu no Rio de Janeiro, em 17 de dezembro de 1969.

Geschiedenis van het archief

O acervo é formado por documentos reunidos pelo irmão do ex-presidente, Riograndino Costa e Silva e pelo filho, Álcio Barbosa da Costa e Silva. As doações foram feitas em etapas para a instituição.

Directe bron van verwerving of overbrenging

Doação, Riograndino da Costa e Silva (irmão do titular), 1996
Doação, Álcio Barbosa da Costa e Silva (filho do titular), 1989

Inhoud en structuur

Bereik en inhoud

Entre os documentos textuais destacam-se cópias do "Livro de Alterações" do titular, contendo todas as informações relativas à sua carreira militar de 1918 a 1966, além de cópias do atestado médico com diagnóstico de sua doença e atestado de óbito. Documentos audiovisuais: a maior parte das fotografias encontra-se organizada em álbuns, destacando-se os que registram a viagem de Costa e Silva ao Japão, a visita do presidente do Uruguai ao Brasil e visita do titular a Santa Maria, Rio Grande do Sul. Os filmes apresentam aspectos da sua vida pública, tais como a viagem aos Estados Unidos, Japão, Argentina e Europa, quando o titular era ministro da Guerra, e de sua vida privada. Integra ainda o arquivo um filme sobre formatura da Academia Militar de Agulhas Negras e desfile do Dia da Pátria. As fitas audiomagnéticas contém pronunciamentos do titular, enquanto Ministro da Guerra, sendo uma entrevista à Rádio Gazeta de São Paulo e quatro pronunciamentos em unidades militares (Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, 1º Regimento de Infantaria e II Exército). Os principais assuntos abordados são: a preparação e a eclosão do golpe de 1964, o restabelecimento da hierarquia e da disciplina nas Forças Armadas, o governo revolucionário e o papel do exército na política nacional. Os documentos impressos são constituídos de discursos, entrevistas do titular, biografias, obras a respeito do Exército e diretrizes do governo, entre outros.

Waardering, vernietiging en slectie

Aanvullingen

Ordeningstelsel

Organizado totalmente

Organização:
Organizado cronologicamente.

Voorwaarden voor toegang en gebruik

Voorwaarden voor raadpleging

Voorwaarden voor reproductie

Copyright:
Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil

Outras condições:
(C)Caso os documentos textuais estejam microfilmados, são fornecidas cópias exclusivamente a partir dos microfilmes. Para os documentos não microfilmados, são fornecidas cópias xerográficas. A reprodução de fotografias pode ser obtida em papel fotográfico ou em meio digital, mediante a assinatura do Termo de cessão de direito de uso da imagem.

Taal van het materiaal

  • Braziliaans Portugees

Schrift van het materiaal

Taal en schrift aantekeningen

Fysieke eigenschappen en technische eisen

Toegangen

Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Guia dos arquivos do CPDOC. 3ª. Rio de Janeiro. CPDOC. 1996. 264p
Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Sistema Acessus. Rio de Janeiro. 05/2000

Verwante materialen

Bestaan en verblifplaats van originelen

Bestaan en verblijfplaats van kopieën

Related units of description

Outros detentores :
Casa Costa e Silva, Taquari/RS, BR/CCS/CCS/CS/1

Related descriptions

Aantekeningen

Aantekening

Após o processo de informatização do acervo do CPDOC, a consulta aos documentos passou a ser feita por meio do Sistema Acessus, acessível no Portal do CPDOC (www.cpdoc.fgv.br). Os antigos catálogos e inventários em suporte papel, embora disponíveis na Sala de Consultas, não têm sido mais utilizados.

Alternative identifier(s)

Trefwoorden

Geografische trefwoorden

Naam ontsluitingsterm

Genre access points

Beschrijvingsbeheer

Identificatiecode van de instelling

BR RJCPDOC

Toegepaste regels en/of conventies

Status

Finale

Niveau van detaillering

Geheel

Verwijdering van datering archiefvorming

Taal (talen)

  • Braziliaans Portugees

Bronnen

Digitaal object (Master) rights area

Digitaal object (Referentie) rights area

Digitaal object (Thumbnail) rights area

Voorwaarden voor raadpleging en gebruik

Related people and organizations

Related genres

Related places