Arquivo Histórico Municipal de Salvador

Área de identificação

Identificador

BAAHMS

Forma autorizada do nome

Arquivo Histórico Municipal de Salvador

Forma(s) paralela(s) de nome

Outra(s) forma(s) do nome

Tipo

Área de contato

Tipo

Endereço

Endereço

Fundação Gregório de Mattos, Rua Chile, 31, térreo, 1º e 5º andares

Localidade

Salvador

Região

Bahia

Nome do país

Brasil

CEP

40020-000

Telefone

55 71 3322-1486 - R/223

Fax

Nota

Área de descrição

História

Antes da 1a Constituição Brasileira (1824) as Câmaras Municipais administravam a vida das cidades acumulando as funções de poder executivo e legislativo. Estas atividades geraram documentos que deram origem aos Arquivos Municipais. Acompanhando esse processo a Câmara Municipal de Salvador formou o núcleo central do Arquivo Municipal de Salvador.

Por ocasião da Proclamação da República, no período de 1894, este Arquivo ficou subordinado à Secretária de Expediente da Intendência através da Lei Nº 125, de 27 de Dezembro, que lhe aferiu poder de gerenciar a documentação administrativa do Município.

Com a extinção da Intendência em 1929 e criada a Prefeitura Municipal, o Arquivo Municipal passa a ser subordinado ao Gabinete do Prefeito. Em 23 de Novembro de 1931 é regulamentado com o Ato 112 como Arquivo Geral do Município e inaugurado em 10 de abril de 1932.

Em 1986 passa a ser nominado Arquivo Histórico Municipal de Salvador, integrado à Fundação Gregório de Mattos a nível de gerência.

Em 2009, através do Dec.19.401, o Arquivo Histórico Municipal de Salvador juntamente com os Museus e as Bibliotecas Municipais passa a ser gerenciado pela Gerência de Arquivo Histórico Municipal, Museus e Bibliotecas

O Arquivo Histórico Municipal da Cidade de Salvador procura inserir-se no novo modelo de arquivo público, desempenhando sua função social com relevância, buscando efetivar seu compromisso com os princípios da participação, transparência, responsabilidade e controle social e viabilizando cada vez mais o direito ao acesso à informação.

Estruturalmente está formado pelos Setores de Arquivos Permanentes, Setor de Arquivos Audiovisuais, Setor de Arquivos Impressos e Biblioteca e Setor de Arquivos Correntes e Intermediários, subordinados à Subgerência de Arquivos e Bibliotecas.

Contexto cultural e geográfico

Mandatos/Fontes de autoridade

Gestão do patrimônio documental e do acervo bibliográfico do poder municipal da Cidade do Salvador. Bem como o estímulo à pesquisa histórica e cultural sobre a Bahia e particularmente sobre Salvador.

Estrutura administrativa

Políticas de gestão e entrada de documentos

Prédios

Acervo

O Arquivo é formado por três Fundos: Câmara, Intendência e Prefeitura, desde o período Colonial até a atualidade e está dividido em quatro setores: Permanente, com a documentação textual; Biblioteca, com livros e periódicos; Audiovisuais, com fotografias, projetos, cartografia e filmes e Correntes e Intermediários, com a orientação sobre gestão documental nas secretarias e órgãos municipais.

Instrumentos de pesquisa, guias e publicações

Área de acesso

Horário de funcionamento

De segunda a sexta-feira, das 13h30 às 18h30.

Condição de acesso e uso

Há restrição de acesso aos documentos em fase de organização, necessidade de autorização

Acessibilidade

Área de serviços

Serviços de pesquisa

Serviços de reprodução

Reprodução fotográfica, digital, videográfica/audiográfica e transcrição de originais

Áreas públicas

Área de controle

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR BAAHMS

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e obsolescência

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

Notas de manutenção

Pontos de acesso

Pontos de acesso

  • Cadastro Nacional de Entidades Custodiadoras de Arquivos (CODEARQ) (Thematic area)
  • Área de Transferência

Contato principal

Fundação Gregório de Mattos, Rua Chile, 31, térreo, 1º e 5º andares
Salvador, Bahia
BR 40020-000