Coleção PE - Campanha da Mulher pela Democracia

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO PE

Título

Campanha da Mulher pela Democracia

Data(s)

  • 1961 - 1973 (Produção)

Nível de descrição

Coleção

Dimensão e suporte

Textual(is) -sem especificação - 2,04 m

Área de contextualização

Nome do produtor

Entidade custodiadora

História do arquivísica

A Campanha da Mulher pela Democracia (CAMDE) foi criada pouco antes das eleições de 1962, por Leovigildo Balestiero, vigário franciscano de Ipanema, Glycon de Paiva e o general Golbery do Couto e Silva. Foi custeada, organizada e orientada pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES). A razão imediata para a criação da instituição foi a de se formar um efetivo \"coro popular\" para impedir a posse de Santiago Dantas como primeiro-ministro do governo Goulart. A instituição colocou-se sempre em oposição ao chamado \"perigo da subversão comunista\". Patrocinava conferências, reuniões e distribuía material propagandístico, pressionando firmas comerciais contra o governo Goulart, a esquerda e o trabalhismo. Trabalhava, ainda, com a cooperação de associações congêneres de São Paulo e outras regiões. Responsabilizou-se pelo movimento que concentrou cerca de um milhão de pessoas no Rio de Janeiro, a favor da intervenção militar contra o governo e contra a esquerda, estando também na chamada \"Marcha da família com Deus pela liberdade\", em protesto contra o comício de João Goulart em 13 de março de 1964.

Procedência

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Recortes de jornais com artigos sobre o comunismo, economia, reforma agrária, política estadual, censura, greves, sindicalismo, democracia e manifestações, homenagens da CAMDE. Panfletos sobre o comunismo. Relatórios da CAMDE sobre o combate ao comunismo.

Avaliação, selecão e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Organizado totalmente
Assunto e cronológica.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Banco de dados Memórias Reveladas. Rio de Janeiro, 2009-... Disponível em: . - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Coordenação de Documentos Escritos. Equipe de Documentos Privados. Campanha da Mulher pela Democracia. In: ____. Inventário das coleções. Rio de Janeiro, 2005, p. 199-218. dig. (AN/SCO/SDP 064, v. 1) - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Coordenação Regional no Distrito Federal. Base de dados (DSpace). s/d. (ativa em abr. 2011). Nota: Acesso presencial no Rio de Janeiro e em Brasília. - Não impressos
ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Sala de leitura virtual (em Windows 7). Org. por equipes da Coordenação de Tecnologia da Informação, Coordenação-Geral de Preservação e Processamento Técnico do Acervo e Coordenação Regional no Distrito Federal. Rio de Janeiro, out.-nov. 2013-2016. Nota: Acesso presencial no Rio de Janeiro e Brasília até 2 agosto de 2017. - Não impressos

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Outros Detentores
Comissão de Anistia (Brasil)
Ministério Público Federal (São Paulo)

Unidades de descrição relacionadas

Na Instituição
Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais -BR RJANRIO QL
San Tiago Dantas -BR RJANRIO Q8
João Goulart -BR RJANRIO D7

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

Variações de título
CAMDE

Nota

Outras
Notação anterior: 90 CP 35 a 46.
Cópias à Comissão de Anistia e ao Ministério Público em São Paulo encaminhadas a pedido, entre outubro e dezembro de 2018 (ver Bibliografia).

Nota

Responsável da descrição
Cyntia Mendes Aguiar

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (Brasil). NOBRADE: Norma brasileira de descrição arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006. 124 p.

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

ARQUIVO NACIONAL (Brasil); COMISSÃO DE ANISTIA. Acordo de cooperação técnica. Rio de Janeiro, 5 out. 2018. Diário Oficial da União, n. 197, Seção 3, p. 111, 11 out. 2018. -Não definido
ARQUIVO NACIONAL (Brasil); MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (São Paulo). Correspondência. 2º sem. 2018. -Não impressos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados