Fundo/Coleção GJ - Sidney Fix Marques dos Santos

Área de identificação

Código de referência

BR RJANRIO GJ

Título

Sidney Fix Marques dos Santos

Data(s)

  • 1964 - 2011 (Produção)

Nível de descrição

Fundo/Coleção

Dimensão e suporte

Textual(is) -sem especificação - 0,05 m

Área de contextualização

Nome do produtor

Entidade custodiadora

História arquivística

Nascido em 20 de janeiro de 1940, foi estudante de Geologia na Universidade de São Paulo (USP), curso que abandonou para se dedicar exclusivamente à militância política. Atuou no Partido Operário Revolucionário Trotskista (PORT), onde foi diretor do jornal Frente Operária e integrou a Frente de Mobilização Popular. Além disso, atuou em outras frentes em prol do comunismo no Brasil. Teve várias vezes sua prisão preventiva decretada no período do regime militar.
Presume-se tenha morrido em Buenos Aires em fevereiro de 1976, enquanto preso político do regime militar argentino, após ter sido levado de sua casa por agentes da Superintendencia de Seguridad Federal daquele país. Seu corpo nunca foi encontrado ou devolvido à família. O caso estaria provavelmente relacionado à Operação Condor, aliança repressiva estabelecida pelas ditaduras militares sul-americanas.

Documentos encaminhados pela família de Sidney Fix, representada por Paulo Fix Marques dos Santos e Priscila Pupo Marques dos Santos, respectivamente irmão e sobrinha do desaparecido político, em 22 de dezembro de 2011.
O termo de doação foi assinado em 8 de novembro de 2012, tendo por doador formal Paulo Fix Marques dos Santos (cf. processo 08080.000568/2011-99). O extrato do termo foi publicado no Diário Oficial da União, n. 221, Seção 3, p. 178, de 16 de novembro de 2012.

Procedência

Santos, Paulo Fix Marques dos - 2011 - doação - 9
Santos, Priscila Pupo Marques dos - 2011 - doação - 9

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Correspondência de Sidney Fix Marques dos Santos com seus pais e irmãos sobre sua escolhas políticas e pessoais, sua estadia na Argentina e a situação político-econômica daquele país.
Informações sobre seu desaparecimento político em 1976, sob responsabilidade do governo da Argentina, e as posteriores tentativas da família em recuperar seu corpo e manter sua memória. Revistas, recortes de jornais e de revistas sobre o caso Sidney Fix, a atuação de militares argentinos e brasileiros durante seus governos de exceção, incluindo a Operação Condor. Dossiê de Sidney Fix Marques dos Santos no DOPS-SP, relatando suas passagens pelos órgãos de segurança, devido a suas atividades políticas.

Avaliação, seleção e temporalidade

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Organizado totalmente

Organização
A documentação encaminhada apresentava-se sob a forma avulsa e em quatro pastas espiraladas. No processo de identificação do acervo, essas pastas foram desfeitas, para melhor acondicionamento, mas respeitando a ordenação sob a qual os documentos foram doados.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

  • espanhol
  • português do Brasil

Forma de escrita do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de pesquisa

Área de fontes relacionadas

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Outros Detentores
Comissão de Anistia (Brasil)
Ministério Público Federal (São Paulo)

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Área de notas

Nota

Estado de Conservação
9/2012 - Bom -

Nota

Outras
Informações inicialmente extraídas de notícia veiculada na intranet, encaminhadas por Vicente Arruda, da equipe Memórias Reveladas (28/12/2011) e, posteriormente, complementadas pela equipe diretamente responsável pela custódia do acervo (12/09/2012).
Cópias encaminhadas, a pedido, à Comissão de Anistia e ao Ministério Público em São Paulo, entre outubro e dezembro de 2018 (ver Bibliografia)

Nota

Unidade Custodiadora
Coordenação de Documentos Escritos - CODES

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Ponto de acesso - assunto

Pontos de acesso - local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso - gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da entidade custodiadora

BR RJANRIO

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Bibliografia e outras fontes utilizadas

ARQUIVO NACIONAL (Brasil); COMISSÃO DE ANISTIA. Acordo de cooperação técnica. Rio de Janeiro, 5 out. 2018. Diário Oficial da União, n. 197, Seção 3, p. 111, 11 out. 2018. -Não definido
ARQUIVO NACIONAL (Brasil); MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (São Paulo). Correspondência. 2º sem. 2018. -Não impressos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados