Associação dos Arquivistas Brasileiros

Zone d'identification

Type d'entité

Collectivité

Forme autorisée du nom

Associação dos Arquivistas Brasileiros

Forme(s) parallèle(s) du nom

Forme(s) du nom normalisée(s) selon d'autres conventions

Autre(s) forme(s) du nom

Numéro d'immatriculation des collectivités

Zone de description

Dates d'existence

1971 - 2015

Historique

A Associação dos Arquivistas Brasileiros (AAB) foi fundada em 20 de outubro de 1971 como entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter técnico, científico, cultural, profissional e de pesquisa.
Dentre as suas finalidades, destacavam-se: contribuir para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos profissionais de arquivo e da arquivologia, cooperar com entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais, em tudo o que se relacionasse a arquivos e à arquivologia, e promover a difusão do trabalho e do conhecimento arquivístico.
O primeiro estatuto foi aprovado em Assembleia Geral em 20 de outubro de 1971, depois alterado em 8 de fevereiro de 1977, em 15 de dezembro de 2007, em 15 de dezembro de 2010 e em 21 de outubro de 2013.
Foi reconhecida como entidade de utilidade pública pelo decreto estadual n. 1200, de 23 de abril de 1977.
Conforme seus estatutos, a AAB organizava-se da seguinte forma: Assembleia Geral, Direção-Geral, Conselho Fiscal e Conselho Deliberativo e de Ética. À Assembleia Geral competia eleger, assim como destituir, a Direção-Geral e os integrantes dos conselhos, e também decidir sobre a extinção da entidade.
A Direção-Geral compunha-se de presidente, vice-presidente, secretário-geral e tesoureiro e era eleita por um mandato de dois anos. O Conselho Fiscal era integrado por, pelo menos, três membros. O Conselho Deliberativo e de Ética não podia ter menos que quatro.
Podiam ser admitidos como associados não somente pessoas que exerciam atividade arquivística como aquelas que tinham afinidade com a finalidade da Associação. Eram cinco as categorias de associados: fundador, contribuinte, mantenedor, honorário ou benemérito e estudante.
Com sede no Rio de Janeiro, na fase de implantação, organizou-se em núcleos regionais em diferentes unidades da federação. Em fins da década de 1990, em meio a mudanças na conjuntura política e econômica interna e externa à entidade, essa configuração desfez-se. A sede manteve-se como Associação dos Arquivistas Brasileiros e os núcleos regionais autonomizaram-se a partir de 1998, surgindo, então, associações de arquivistas no âmbito dos respectivos estados.
Extinta em 4 de fevereiro de 2015, na Assembleia de dissolução da Associação dos Arquivistas Brasileiros, decidiu-se a doação de seu arquivo ao Arquivo Nacional, cumprindo o que já era previsto no artigo 32, parágrafo 1 º, do estatuto da Associação, segundo o qual “a documentação de caráter arquivístico e bibliográfico da AAB deverá ser recolhida ao Arquivo Nacional”. Na mesma ocasião, foi deliberado que o remanescente do patrimônio financeiro seria igualmente doado ao Arquivo Nacional, assim como a marca do Congresso Brasileiro de Arquivologia.
A AAB, no Rio de Janeiro, teve diferentes endereços ao longo do tempo. Por ocasião de sua extinção, ocupava sua sede própria, situada na Avenida Presidente Vargas, 1733, sala 903, Centro, CEP 20210-030.

Presidentes:
1971-1973 José Pedro Pinto Esposel
1973-1975 José Pedro Pinto Esposel
1975-1977 Helena Corrêa Machado
1977-1979 Marilena Leite Paes
1979-1981 Regina Alves Vieira
1981-1983 Lia Temporal Malcher
1983-1985
1985-1987 Jaime Antunes da Silva
1987-1989 Jaime Antunes da Silva
1989-1991
1991-1993
1993-1995 Lia Temporal Malcher
1995-1997
1997-1999 Mariza Bottino
1999-2001
2001-2003
2003-2005 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2005-2007 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2007-2009 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2009-2011 Heloisa Esser dos Reis; Lucia Maria Velloso de Oliveira
2011-2013 Lucia Maria Velloso de Oliveira
2013-2015 Margareth da Silva

Lieux

Statut juridique

Fonctions et activités

Textes de référence

Organisation interne/Généalogie

Contexte général

Zone des relations

Zone des points d'accès

Occupations

Zone du contrôle

Identifiant de la notice d'autorité

Dado não disponível

Identifiant du service d'archives

BR RJANRIO

Règles et/ou conventions utilisées

Statut

Final

Niveau de détail

Moyen

Dates de production, de révision et de suppression

Langue(s)

  • portugais brésilien

Écriture(s)

Sources

Notes relatives à la mise à jour de la notice

  • Presse-papier

  • Exporter

  • EAC